Como oxigenar as operações de empresas incubadas? Ebook grátis!

photo-1414085496041-6d10400b671f (1)Seja qual for o ambiente de inovação – incubadora, coworking, aceleradora, venture builder etc. -, empreender, especialmente no Brasil, é difícil. Quando se trata de empresas nascentes de base tecnológica, mais difícil fica – o desenvolvimento do produto exige pesquisa e tecnologia, a cadeia de valor e fornecimento é complexa, as demandas comerciais brigam por espaços na agenda com as demandas da produção e é muito fácil se perder, ou pior, desanimar. Os ambientes de incubação, de um modo geral, tem como um de seus pilares esse tipo de suporte – que vem com mentorias, suporte especializado e intercâmbio de conhecimento com profissionais diversos que podem ajudar nos dilemas cotidianos, mas ainda assim a responsabilidade dos empreendedores de empresas incubadas é fundamental – e muitos deles acabam perdendo o alinhamento com a equipe fundadora, tendo problemas para manter as operações rodando de maneira produtiva e motivadora, não conseguindo dialogar com o mercado de maneira eficaz para gerar comercialização e muitas empresas incubadas acabam caindo no poço das empresas zumbis. Nós, da Wylinka, não queremos ver isso nos ambientes com os quais atuamos – e, para isso, sempre nos questionamos ao desenvolver produtos melhores: como oxigenar as operações de empresas incubadas? Vamos a algumas boas respostas que encontramos no caminho.

Google Design Sprint

Com o objetivo de alavancar empresas em uma experiência de 5 dias, o laboratório de desenvolvimento de negócios da Google, o Google Ventures, desenvolveu um modelo centrado em experimentação que junta conceitos de Design Thinking e Lean Startup para melhorar os produtos e intensificar a relação com o mercado.  O Design Sprint pode ser uma experiência interessante para empresas incubadas saírem do caos de operações por 5 dias para revisitar seus produtos e estratégias, se dividindo da seguinte maneira:

1º Dia – Foco em Compreender: mergulhar no problema e no usuário, investigar tudo sobre o que está se pensando em construir. Verificar o que há no mercado, o que há de análogo etc. Tentar mergulhar ao máximo no ecossistema do seu negócio.
2º Dia – Foco em Divergir: imaginar todo o tipo de solução possível e imaginável nesse dia. Sem críticas, sem podar nada – é um exercício de brainstorming, o não é proibido. Explorar o máximo de soluções, de layout do produto/plataforma, de clientes etc. É o dia em que se sai da caixa e testa possibilidades. Pensou as diversas possibilidades? Pense em pequenos testes – mandar emails para clientes com propostas não antes usadas, testar a viabilidade técnica de outras soluções, conversar com pessoas estratégicas apresentando as novas ideias etc. Dedique a parte da manhã para imaginar soluções e fazer os exercícios possíveis de serem feitos dentro do escritório (emails, ligações e testes técnicos). Na parte da tarde, saia do escritório para conversar com clientes, mentores, colegas, fornecedores apresentando as ideias malucas que saíram na parte da manhã.
3º Dia – Foco em Priorizar e Decidir: coletar e apresentar todo o material gerado no dia anterior. Discuta os números, os aprendizados, os feedbacks – tente anotar o máximo de insights possíveis juntando o que foi compilado tanto no primeiro quanto no segundo dia. Agora é momento de priorizar. Tente agrupar os feedbacks e aprendizados em grandes temas e soluções, veja o que é melhor e seja altamente rígido com priorização – resolver o problema do cliente com algo sólido é melhor que viver no mundo da lua com mil ideias. Priorize e decida o que vale a pena ser feito, pois o próximo dia é de prototipagem.
4º Dia – Foco em Prototipar: hora de mergulhar no produto, de transformar o dia anterior em algo concreto – mesmo que de baixa fidelidade. Construir algo é interessante para compreender as limitações técnicas, as necessidades de elementos complementares e direcionar esforços para aprender com a mão na massa. Com o protótipo feito, reserve algumas horas do dia para trazer colegas de outras empresas ou pesquisadores para dar feedbacks e sugestões ao que foi construído.
5º – Foco em Validar: Com o protótipo em mãos, desenhe as hipóteses que pretende aprender, reflita sobre o que pode aprender com tudo isso e apresente para potenciais clientes e parceiros, especialmente aqueles com quem você conversou no segundo dia. Peça por feedbacks, pergunte – “o que falta para esse produto/serviço ficar nota 10?” (geralmente isso deixa a pessoa mais desinibida para falar o que ela melhoraria, pois não soa negativo). Anote todos os aprendizados. No fim do quinto dia, compile esses aprendizados, faça uma sessão de reflexão com a equipe e planeje a rota para os próximos meses.

Reflexão sobre operações

Já falamos aqui: problemas em operações podem levar sua empresa ao inferno. Para isso, vale a pena se inspirar no modelo Spotify para criação de uma cultura de engenharia e execução saudável, motivante, autônoma e altamente produtiva:

 

 Ebook Impulsionando Negócios Inovadores:

A Wylinka, junto com SEBRAE, Rede Mineira de Inovação (RMI) e Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado de Minas Gerais (SECTES-MG), fez um trabalho com mais de 100 empresas incubadas e dezenas de incubadoras do Estado – o programa BloomBTech!  Recentemente produzimos um ebook para que outras incubadoras e empresas incubadas possam se apropriar de toda a jornada que implementamos para oxigenar as empresas. No livro explicamos os diversos passos feitos no BloomBTech para um exercício de desenho estratégico de empresas incubadas, de modo a guiar e oferecer conteúdos ricos que possam ajudar na estratégia, na gestão das operações, nos esforços comerciais e na motivação da equipe. Tivemos resultados super legais, como empresas incubadas avançando na prospecção de clientes, redesenho estratégico de grandes projetos, organização de portifólios de base tecnológica e muito mais – no ebook você também irá poder conhecer alguns cases =)

O download grátis pode ser feito aqui: http://eepurl.com/b-O6nf

Esperamos que tenham gostado!
Because when you rock, wyrock!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam